Congresso Mundial da AIT realizado em Madrid entre 16-20 de junho de 1931.

IWA World Congress held in Madrid (Spain) between June 16-20, 1931.

https://www.iwa-ait.org

ORDEM DO DIA DO CONGRESSO

TERçA-FEIRA, 16 de julho.

Abertura do Congresso.
Discurso do secretário.
Nomeação de Mesa.
Alocução do presidente.
Nomeação das comissões.
Leitura das resoluções.
Leitura de mensagens de felicitação ao Congresso.
Relatório sobre a atividade do Secretariado (Souchy), Alemanha.
Relatório do Secretariado da Comissão Internacional Antimilitarista (De Jong), Holanda.Relatório sobre os fundos de Socorros Russos (Rocker), Alemanha.

QUARTA-FEIRA, 17 DE JUNHO

Relatório dos delegados dos diversos países.
Discussão sobre esses relatórios.
Atitude do sindicalismo face às questões económicas atuais.
a) Crise económica (Huart), França.
b) Racionalização (Schapiro), Rússia.
c) Redução do tempo de trabalho (Santillán), Argentina.
Discussão dos problemas econômicos.

QUINTA, 18 DE JUNHO

Atitude do Sindicalismo revolucionário contra a democracia burguesa (Jensen), Suécia.
Questão agrícola (Orobón), Espanha.
O perigo da ideologia nacional para a luta pela emancipação do proletariado (Rocker),
Alemanha. A guerra, a revolução e a tática do sindicalismo revolucionário (De Jong), Holanda.

SEXTA, 19 DE JUNHO

Atitude do Sindicalismo revolucionário face à reação cultural (problema religioso) (Souza), Portugal.
A luta internacional de classes (Souchy), Alemanha.
A reorganização internacional do sindicalismo revolucionário (Besnard), França.

SÁBADO, 20 DE JUNHO

Reunião privada do Comité da AIT
Leitura de resoluções finais.
Nomeação de secretários.
Discurso final (Rockers), Alemanha.

DOMINGO, 21 DE JUNHO

GRANDE MITIN INTERNACIONAL DE CLAUSSURA DOS CONGRESSOS DA CNT DE ESPANHA E DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES TOMARAM PARTE ORADORES DE VÁRIOS PAISES

Organizações representadas :

Secretariado da AIT: Rudolf Rocker, Agustin Souchy, V. Orobone Fernandez.

ALEMANHA : F. A. U. D. Rüidiger y Karl Windhof.
HOLANDA : BIA (Bureau International Antimilitariste) Escritório Internacional Antimilitarista: A. de Jong.
PORTUGAL : CGTP, Confederaçao Geral do Traballho: Manuel Joaquim de Souza, Juan Miranda.
AMÉRICA DO SUL : Associação Americana Continental dos Trabalhadores (ACAT): Diego Abad de Santillan, Ismael Martí.
BOLÍVIA : FOB, Federação Operária Boliviana: Jerônimo Rodriguez.
URUGUAI : FORU, Federação Operária Regional Uruguaia: Joaquin Cortês.
FRANÇA : CGTSR, Confederação Geral do Trabalho Sindicalista Revolucionária, Pierre Besnard, Lucien Huart
ESPANHA : CNT, Confederação Nacional do Trabalho: Avelino González, Eusébio C. Carbou.
COSTA RICA: AOES, Agrupamento Obreira de Estudos Sociais: José Alberola.
BULGÁRIO Grupos vários: P. Wassilief. [Pano Vasilev]
SUÉCIA SAC, Organização Central do Trabalho da Suécia : A. Jensen.
HOLANDA: NSV, Holandês, Syndikalistich : Wolthuis Rousseau, J. Woaci.
Fundo de Socorro Russo: Poliakoff.
POLÔNIA Federação Anarquista Polonesa: Soundy.

Também assistam, como delegados informativos, Ramón Acín, pela regional de Aragão; Feliciano Benito, por ambas as castelas; Miguel Mendiola, pela regional paraibana; Diego Parra, pela Regional Levantina; José Robusté, pela Regional Catalã; Manuel Perez, pela regional do Norte, José Villaverde, pela Galaica Regional, Francisco Arín, pela região de Baleares.

Também estão presentes, a título informativo, Progresso Alfarache e Angel Aba, do Comité da CNT espanhola.

Adesões :

Ateneu Popular de Havana. Rood to Freedonn de Nova York. «Voz do Mineiro», de Portugal. Grupo Anarquista Polaco de Emigración. Federação Nacional dos Trabalhadores Rurais Portugueses. CGTM, Confederação Geral do Trabalho do México. Comitê Internacional Antimilitarista. Grupo Bipi, Sofia (Bulgária). Grupo Cultura Proletária, Spitzbourg (Nova York). Hermann Stain Lack. Secretariado Eborense C. Civil, de Portugal. Emma Goldmann e A. Berkmann. Federação Sindical Holandesa de Obreiros Comarcais. Semanário holandês. Sebastião Faure. Comitê Nacional Inf Juventude Anarquista Sindicalista da Alemanha. Grupo A.C. Clorky da Bulgária. Billy Berker. Sindicato Autónomo Internacional de Pedreiros de Genebra. Federação Local de Utrech. Federação Anarquista Portuguesa de Desterrados, de Paris. Federação Geral Operária da Hungria. Grupo ′′ A revolta ′′ e outros, de Beziers. Organização Sindical Anarquista, Tóquio e Yokohama. Associação de Obreiros Cortiçataponeiros, Lisboa. Associação dos Trabalhadores Centrais da Suécia (Stokolmo). Sindicato da Construção de Valença do Minho. Associação de Pescadores de Lisboa. Operários Corchotaponeiros de Messina (Portugal). Trabalhadores da Construção de Messina (Portugal). Simon Radowitsky.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *